Tiro ao Árvaro

Na terra dos moinhos de vento, dos tamancos de madeira e dos queijos Edam e Gouda, acontece o #Queen’s Day,  feriado que comemora o aniversário da rainha vigente. Originalmente, “Koninginedag” (nome local) era celebrado no dia do aniversário da atual rainha, mas hoje se comemora no dia da já falecida Rainha Juliana, simplismente porque o clima na Holanda nessa época é melhor.

Neste ano a #Waternet, equivalente a nossa “querida” #Sabesp, criou uma maneira original para evitar que os porquinhos de plantão fizessem suas necessidades nos canais das cidades. Ao invés de recorrer a uma campanha tradicional na mídia de massa, como foi feito aqui no Brasil na época do carnaval, a empresa instalou mictórios públicos interativos, que permitiam que as pessoas disputassem quem urinava mais.

Juntar o entretenimento com ato fisiológico deu certo! A taxa de xixi dos canais diminuiu de forma significativa! 🙂

Pessoal que organiza o #carnaval, fica a dica!

 

Categorias: Redes Sociais | Tags: , , , | Deixe um comentário

The Muppets pertinho de você

Me impressiona como os #Muppets ainda são tão populares entre as crianças nos Estados Unidos. Mesmo sendo criações de 1954 a marca #Band-Aid os trouxe para a realidade dos pequenos de hoje.

Se utilizando do recurso da #realidade aumentada a empresa tornou o “se machucar” em algo legal e até mesmo conseguiu fazer as crianças esquecerem que se machucaram.

O aplicativo funciona da seguinte forma: escaneando o esparadrapo com um celular ou tablet uma animação de algum personagem dos Muppets aparece na tela. E as crianças ainda conseguem interagir com ela! Por exemplo: você consegue tirar uma foto da Miss Piggy ou mesmo ficar chacoalhando o Gonzo que aparece na tela e desesperadamente tenta se segurar na tela.

Quem quiser assistir o vídeo bonitinho com as crianças brincando e dando depoimentos sobre os Muppets o link está aqui: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=lm5-KPW0x3U

Categorias: Redes Sociais | Tags: , , | Deixe um comentário

As arveres somos nozes

Quem não se lembra do vídeo do #YouTube que deu origem ao nome deste post não sabe sequer o que é um viral e o poder do compartilhamento.

Comentando o texto “A mídia somos nozes”, que vocês podem encontrar aqui: http://ecode.messa.com.br/2009/10/midia-somos-nozes.html , podemos dizer que as marcas tem um belo de um desafio pela frente.

No ponto em que nos encontramos somos capazes de perceber que descontruimos o modelo de comunicação antes muito bem conhecido pelos nossos pais (um fala para muitos). Hoje, por meio do que nos é oferecido como ferramenta, nos comunicamos em nichos e tornamo-nos a mídia.

O que as marcas vêm aos poucos percebendo é que a disseminação da imagem pelas mídias sociais é algo muito mais eficaz, pois acontece de consumidor para consumidor, ou seja, a legitimidade do discurso é muito maior.

O problema é: não se pode controlar esse discurso.

Eu sou exemplo vivo disto. Eu poderia estar feliz da vida com o meu celular #Motorola, postando na fanpage deles no facebook e indicando o celular para meus amigos. Mas o que acontece é justo o contrário. Tive inúmeros problemas com eles e hoje comento na fanpage e em meu perfil quão ruim o atendimento e os produtos da Motorola são. Ou seja: sou o terror dos gerenciadores da conta.

E o que uma marca faz num bad case scenario desses? Corre atrás do prejuízo, claro! Contata a pessoa, tenta redimir sua imagem com mensagens encorrajadoras e reconfortantes para  o consumidor/comunicador/mídia. Mas a verdade é que o controle é mínimo.

Portanto, concluo: tornamo-nos mídia, sim. Mas nem todos descobriram esse poder ainda e usam as redes sociais para compartilhar coisas irrelevantes, como por exemplo a hora que foram ao banheiro pela manhã.

Ahh sim, a quem interessar: a Motorola anda me evitando e ainda não resolveu meu problema. Mas tudo bem, eu sou mídia também.

Categorias: Redes Sociais | Deixe um comentário

Vídeo Imersivo: entre nessa de cabeça!

Existem diversas maneiras de produzir um vídeo. Filmagens amadoras, gravações com câmeras profissionais. Plano geral, plano médio, câmera alta,baixa, close, superclose. Com zoom, sem zoom. PB, colorido, sépia.

Provavelmente a maioria desses termos você já conhecia, mas você sabe o que é um vídeo imersivo?

Com certeza você já ouviu falar do #Google Street View, um tipo de mapeamento feito por fotos tiradas em 360º, e também em visita virtual em apartamentos e hotéis, podendo ter uma visão completa do local sem mesmo sair de casa (se não fez, entre nesse link e confira: http://www.cyrela.com.br/Content/media/VisitaVirtual/RioNegro/RioNegro2/index.html ). Essa capacidade de exploração é chamada de #imersão.

A imersão também pode ser usada nos vídeos, onde temos a sensação de estar inseridos na história. Podemos olhar de um lado para o outro, da direita para esquerda. Podemos ser o personagem. A filmagem ocorre a partir da câmera abaixo. Ela possui lentes em diferentes ângulos.

Eu creio que a #publicidade poderia fazer mais uso dessa ferramenta. Estamos em um período em que as marcas se aproximam cada vez mais do consumidor, e que a experiência é tida como uma aspecto importante na área de marketing. As tendências são marcadas pela sensação, pela vivência do consumidor em relação ao produto. Esta recurso é uma maneira de abordar todas essas elas.

 

 

Eu fiquei pensando em um exemplo de propaganda para ilustrar essa possibilidade, e pensei em algo relacionado   com a #Disney. Poderia ser feito um vídeo imersivo, como se uma pessoa estivesse caminhando dentro do parque. A pessoa que estaria assistindo, poderia explorar o parque, escolher o caminho a ser feito, olhar para cada canto e analisar o que há de mais divertido. Assim o consumidor se familiariza com o parque sem mesmo estar lá, ou mata a saudade dessa viagem inesquecível. #Ficadica Disney!

 

Para quem quiser mais informações sobre essa ferramenta, ou para quem quiser ver um vídeo imersivo e entender na prática como funciona, fica o link: http://bit.ly/JbO7vs

Categorias: Redes Sociais | Tags: , , , | Deixe um comentário

O site mais profundo do mundo

Quando uma empresa chega com um briefing para uma agência o que os publicitários vão logo perguntando: qual o diferencial do seu produto?

Pois bem, desta vez os criativos exploraram o diferencial da água #Borjomi de um jeito muito interessante. Ressaltando que o restante das águas são retiradas de fontes não mais profundas do que 1 km, a mensagem reforça que a água Borjomi é única e diferente, pois é retirada de 8 km de profundidade na Georgia (não, não o estado nos EUA).

E que jeito melhor de mostrar aos consumidores a real distância até a água do que fazer um site com o maior scroll do mundo, ou seja, os exatos 8 km de profundidade da onde a água é retirada?

Além do #scroll o consumidor ainda pode compartilhar sua ida até a fonte com seus amigos no facebook e deixar sua marca com nome e data quando chegar na fonte!

Para quem quiser experimentar aqui vai o link: http://thedeepestsite.com/

Aqui o vídeo feito pela agência #Ogilvy da Ucrânia, vale a pena pelo menos ver o conceito: http://www.youtube.com/watch?v=SCodfWNcUk8

Categorias: Facebook, Redes Sociais, YouTube | Tags: , , , | Deixe um comentário

Eu quero, eu quero, eu quero um milhão de seguidores no Facebook!!!!

 

Vocês já conferiram o novo #podcast do #Brainstorm9?

Eu confesso que nunca tinha parado para ouvir um podcast, mas vale muito a pena. Apesar do programa ter mais de uma hora de duração, as informações são muito interessantes e úteis. Vale a pena ouvir!

Nesse programa há uma discussão de como obter milhares (ou até milhões) de seguidores na #fanpage do #Facebook. Exemplos de sucesso são dados, como o da página do #Guaraná Antártica, da bala #Halls, da loja feminina #Marisa.

Alguns dos fatores determinantes para o sucesso das empresas nas redes sociais:

  • Diminuir postagens automáticas. Escrever mensagens customizadas ao invés de publicá-las diretamente do #Twitter, do site da empresa.
  • Postar coisas que tenham a ver com a marca. Não falar, por exemplo, o quanto sexta-feira é animada, ou segunda-feira é preguiçosa, se a marca não tem nada a ver com isso. Não perder a essência da marca.
  • Trazer elementos de humanização.  Algo que aproxime o consumidor da marca. Uma linguagem mais coloquial, menos formal.
  • Enquetes. Pessoas adoram dar sua opinião. É uma forma de conversar com o consumidor e de quebra fazer uma pesquisa gratuitamente.

Se vocês quiserem ouvir na íntegra, acessem: http://www.brainstorm9.com.br/29859/braincast9/braincast-16-como-ter-1-milhao-de-fas-no-facebook/

Se gostou, compartilhe! (piada só para quem ouvir o podcast!)

 

Categorias: Facebook, Redes Sociais | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Um retweet e uma imagem a mais

Com o intuito de aumentar sua visibilidade no #twitter a revista #Playboy resolveu  usar a fama da modelo e também capa da edição de outubro #María Paz Delgado.

A marca criou um álbum de fotos, no qual as fotos iam gradualmente sendo reveladas de acordo com o retweets dos usuários. Resultados: eles conseguiram mais de 390 retweets em apensar uma hora, assim como aumentar os seus seguidores em 23% no mesmo tempo.

Autores dessa ação foi a GREYgroup da Argentina.

A ideia foi basicamente a mesma de quando foi lançada a cerveja #Devassa, quando os usuários conseguiam abrir a imagem de uma perna feminina vista de uma fechadura aumentando a quantidade de clicks e visitas ao site.

Para quem quiser assistir o vídeo da ação: http://www.brainstorm9.com.br/29776/social-media/tweetgrid-um-ensaio-da-playboy-feito-com-mosaico-de-fotos-do-twitter/

Categorias: Redes Sociais, Twitter | Tags: , , , | Deixe um comentário

Cheque os comentários duas vezes antes de comer seus cookies

Quando se começa uma dieta uma forcinha dos amigos é sempre bem-vinda, não é?

Pois foi exatamente o que o pessoal #JWT pensou quando desenvolveu o #Virtual Fridge Lock®, ferramenta que monitora as visitas noturnas do usuário à geladeira.

O que esse cadeado faz é simples: toda vez que você resolver fazer seu lanchinho noturno longe dos olhares que te julgariam ele transmite a mensagem de que você abriu a geladeira para as redes sociais, nas quais você está cadastrado. Desse jeito os seus amigos podem comentar e te fazer desisitir de comer aquele último pedaço de pizza que sobrou do jantar.

Quem diria que as redes sociais iam te ajudar a emagrecer, hein??

Para quem quiser ler mais sobre esse cadeado e ver o vídeo acesse: http://comunicadores.info/2012/05/07/jwt-cria-cadeado-virtual-para-que-amigos-do-facebook-te-ajudem-no-regime/

Comunicadores.info é um site muito bom onde vocês também podem conferir as novidades no design, tecnologia, comunicação etc. #ficaadica

Categorias: Facebook, Redes Sociais, Twitter | Tags: , | Deixe um comentário

Animação no Facebook

Vocês já viram a animação que a #Volkswagen fez para a caminhonete Amarok?

Ela foi publicada no site de relacionamento #Facebook, e foi feita no sistema stop motion, que nada mais é que uma sequência de fotos. O álbum de fotos foi transformado numa espécie de flipbook.

Você pode conferi-la nesse link: https://www.facebook.com/photo.phpfbid=384207481624060&set=a.384207458290729.88642.187320347979442&type=3&theater

Achei bem legal essa interação criada pela #McCann Istambul, mas você tem que ter um pouco de paciência para carregar as 200 fotos e não ser “quebrada” a história.

Categorias: Facebook, Redes Sociais | Tags: , , | Deixe um comentário

Do you want to feed my dog?

Afinal, vocês sabem como reunir atualizações dos sites e portais de notícia que mais te interessam em um lugar só e em tempo recorde??

Para isso servem os feeds que atualmente são disponibilizados em praticamente todos os sites. Inclusive, se você clicar no botão de follow em nosso blog (ali em cima à esquerda), você irá receber nossas atualizações no seu reader.

Espera, pára tudo. #Feed, reader, #agregadores, RSS. Calma, não estamos falando grego.

Os feeds, como dito antes, são usados para que um usuário de internet possa acompanhar os novos artigos e conteúdos de um site ou blog sem que precise visitar o site em si. 

Só que para podermos visualizar estes feeds precisamos de agregadores, como o #Google Reader, e aplicativos que podem ser baixados em smartphones e tablets.   

Normalmente eles estão sinalizados com a figura abaixo. É só clicar e pronto!

  

Única desvantagem é que você acaba não vendo o layout do site, mas pelo menos você não tem que ficar guardando mil links para ir checando de um em um.

Quem quiser saber um pouco mais sobre o assunto pode acessar este site: http://www.tecmundo.com.br/rss/252-o-que-sao-feeds-.htm

Categorias: Redes Sociais | Tags: , , | Deixe um comentário

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.